Monday, April 18, 2005

Estilo Jornalistico - Interpretativo - Informativo - Opinativo

"Texto informativo, interpretativo e opinativo"




- Texto informativo dá conta de um fato ou de uma série de fatos ocorridos sucessivamente no mesmo local ou no contexto de um mesmo assunto (uma guerra ou ma disputa esportiva, por exemplo) em um lapso de tempo.
- Texto interpretativo apresenta fatos propondo ligações entre eles que conduzem a vários entendimentos possíveis, seja pelo critério de causa/conseqüência, analogia ou aparência/essência.
- Texto opinativo apresenta uma versão para um conjunto de fatos, mencionando-os ou não.

Texto informativo e texto interpretativo formam um contínuo, isto é, todo texto informativo pressupõe alguma interpretação e todo texto interpretativo é também informativo. A diferença é essencialmente de gradação.

Ambos diferem do texto opinativo, porque fornecem ao consumidor escolhas quanto à opinião. No texto opinativo, a única opção oferecida é concordar ou não.

Alguma interpretação existe no texto informativo porque (a) a sucessão sugere causa; (b) a contiguidade entre fatos objetivos sugere semelhança; (c) a contiguidade entre fatos, um mais aparente ou próximo, outro mais essencial ou distante, sugere que o segundo explica o primeiro. (c) as palavras têm conotações, isto é, sugerem entendimentos diferentes para a realidade. Se digo de "João matou Maria", "João assassinou Maria" ou "João estrangulou Maria", apresento o mesmo fato com intensidades ou nuanças diferentes.

Mostremos com exemplos.

1. Texto interpretativo
Admitamos que junto três fatos na mesma matéria:
(a) João matou Maria
(b) João saiu do manicômio há pouco tempo
(c) A política adotada no setor de saúde é ampliar o atendimento ambulatorial de doentes mentais.

A ligação estabelecida entre esses fatos no mesmo contexto pode ser esquematizada:



A relação estabelecida oferece ao consumidor a possibilidade de produzir as seguintes conclusões opinativas:
a. a política de incentivo ao atendimento ambulatorial de doentes mentais é errada;
b.a política de incentivo ao atendimento ambulatorial de doentes mentais está sendo mal aplicada;
c.mesmo uma política correta como a do atendimento ambulatorial de doentes mentais é susceptível de acidentes como o que ocorreu no caso de João;
d.trata-se de uma coincidência.


2. Texto opinativo
"A redução dos custos no atendimento à saúde, resultado da política de arrocho dos gastos públicos ditada pelo FMI, resulta em riscos à população, que tem que conviver com pessoas insanas. É o caso de João, que matou Maria."

Observem que:
a. não há possibilidade de escolha pelo consumidor, salvo concordar ou discordar;
b.o texto existe substantivamente, mesmo sem o último período, que remete a um fato.

3. Texto interpretativo
Admitamos que junto três fatos, por hipótese verdadeiros, na mesma matéria:
a. O Presidente Fernando Henrique Cardoso tem a maior rejeição pública da história brasileira;
b. O Primeiro-Ministro Winston Churchill tinha a maior rejeição pública da história inglesa logo antes da Segunda Guerra Mundial;
c. Churchill conduziu a Inglaterra à vitória na guerra.

A ligação estabelecida entre esses fatos no mesmo contexto pode ser esquematizada:



A relação estabelecida oferece ao consumidor a possibilidade de produzir as seguintes conclusões opinativas:
a. Fernando Henrique é um grande homem como Churchill, injustiçado pela massa;
b.No caso de Fernando Henrique, o povo está acertando, o que não acontecia com Churchill;
c.Só se houver uma guerra a imagem de Fernando Henrique se recupera;
d.Trata-se de uma coincidência.

4. Texto opinativo
Admitamos que escrevo:

"À semelhança de Churchill, que viveu momentos de rejeição popular sem precedentes antes de alcançar a glória política no contexto da Segunda Guerra Mundial, Fernando Henrique está pagando o preço de sua coerência e da persistência com que se empenha na defesa do interesse nacional. Mas o futuro imediato, tal como aconteceu com o Primeiro Ministro inglês, logo o reporá no lugar merecido."

Observem que:
a. não há possibilidade de escolha pelo consumidor, salvo concordar ou discordar;
b.o texto existe substantivamente, mesmo sem o apoio do fato, que aparece aí apenas como pretexto para a manifestação da atitude do autor (ele transforma o fato negativo em positivo).

http://www.jornalismo.ufsc.br/bancodedados/md-redacao45.html

0 Comments:

Post a Comment

<< Home